Radcliffe-Brown

Introdução a African systems of kinship and marriage

O grande esforço comparativo em torno das sociedades africanas no qual parece culminar o chamado estrutural-funcionalismo britânico encontra-se resumido, no que diz respeito ao estudo do parentesco, em dois textos clássicos: um é o artigo de síntese e crítica escrito por Meyer Fortes (1906-1983...

Introdução a African systems of kinship and marriage

O grande esforço comparativo em torno das sociedades africanas no qual parece culminar o chamado estrutural-funcionalismo britânico encontra-se resumido, no que diz respeito ao estudo do parentesco, em dois textos clássicos: um é o artigo de síntese e crítica escrito por Meyer Fortes (1906-1983), The structure of unilineal descent groups , de 1953; o outro é esta Introdução de Alfred Reginald Radcliffe-Brown (1881-1955) ao African Systems of Kinship and Marriage , volume editado por ele e por Daryll Forde (1902-1973), e publicado com apoio da UNESCO em 1950. Trata-se, no dizer Lévi-Strauss (1908-2009), de um “verdadeiro ‘tratado”, que serve, a uma só vez, como introdução ao estudo do parentesco em geral, em especial do parentesco africano, e como uma espécie de súmula das proposições teóricas do antropólogo inglês,...

leia o conteúdo completo
I
autoria

Erick Nascimento Vidal e Eduardo Sierra

palavras chave
parentesco, casamento, Radcliffe-Brown
×
Subscrever Radcliffe-Brown